Marcadores

sábado, 28 de maio de 2016

Mulgara de Cauda Cristada

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Dasyuromorphia
Família: Dasyuridae
Gênero: Dasycercus
Espécie: Dasycercus cristicauda

Este marsupial é endêmico da Austrália. Seu habitat são as áreas arenosas e desertos desse país.
É facilmente encontrado em dunas. É um animal terrestre, mas também escala com desenvoltura. Pode ser visto tanto durante o dia quanto à noite, mas prefere o período noturno. Normalmente, evita se expor durante o calor excessivo do período diurno. Então, fica no interior de buracos cavados na areia. É carnívoro. Alimenta-se de artrópodes e pequenos vertebrados. É capaz de retirar de suas presas boa parte da água de que  necessita.
Pouco se sabe sobre seus hábitos reprodutivos. Sabe-se que a reprodução ocorre uma vez por ano, de maio a junho. A gestação dura cerca de 30 dias e são gerados de 6 a 8 filhotes por vez. Os filhotes tornam-se independentes aos 4 meses de idade, tornando-se adultos com cerca de um ano de idade. A longevidade é de 6 anos.
O mulgara de cauda cristada ainda não está ameaçado de extinção, mas o impacto causado por espécies exóticas pode comprometer a espécie em um futuro próximo.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Tartaruga Matamatá

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Répteis
Ordem: Testudines
Família: Chelidae
Gênero: Chelus
Espécie: Chelus fimbriatus

Esta espécie de tartaruga é encontrada nos rios da Bacia Amazônica, na Venezuela, Colômbia, Brasil e Bolívia. Seu habitat são as águas de curso lento e pântanos. Foi introduzida nos Estados Unidos.
Tem hábitos diurnos e noturnos. Passa a maior parte da vida escondida debaixo d'água. Possui uma péssima visão, então localiza suas presas através do tato e olfato. Estilhaça suas presas com suas mandíbulas. Estas incluem peixes e pequenos invertebrados aquáticos.
A reprodução ocorre uma vez por ano. Durante a corte, macho tenta impressionar a fêmea exibindo suas mandíbulas. O ninho é construído na vegetação em terra firme. São postos de 12 a 28 ovos por vez, com período de incubação de 200 dias.
A tartaruga matamatá não está ameaçada de extinção. Ainda não são conhecidos os impactos causados por ela em ambiente exótico.

domingo, 22 de maio de 2016

Eurycea rathbuni

O nome em inglês deste animal é "Texas blind salamander", o que significa "salamandra cega do Texas", em tradução livre.


Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Anfíbios
Ordem: Caudata
Família: Plethodontidae
Gênero: Eurycea
Espécie: Eurycea rathbuni

Esta espécie de salamandra é endêmica dos Estados Unidos. Está restrita apenas ao estado do Texas. Seu habitat são os cursos d'água no interior de cavernas.
Como vive em cavernas, seus olhos são vestigiais, ou seja, bem reduzidos e praticamente sem função. Acredita-se que coma caracóis, camarões e outros pequenos invertebrados aquáticos.
Pouco se sabe sobre seu ciclo de vida e hábitos reprodutivos. É uma espécie ameaçada de extinção.

sábado, 21 de maio de 2016

Pica-pau das Bolotas

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Aves
Ordem: Piciformes
Família: Picidae
Gênero: Melanerpes
Espécie: Melanerpes formicivorus

Esta espécie de pica-pau é encontrada nos Estados Unidos, México, da América Central até a Colômbia. Seu habitat são predominantemente as florestas onde existem muitos carvalhos. É encontrado também em parques e áreas urbanas onde existam muitos exemplares dessas árvores.
É uma ave social. Vive em pequenos grupos. Recebe o nome popular pelo hábito de armazenar bolotas (frutos de carvalho) e nozes no interior das árvores. Ataca ferozmente aqueles que tentem se apoderar das bolotas armazenadas. Alimenta-se também de insetos, seiva, frutos e néctar de flores. Ocasionalmente, come sementes, lagartos e ovos de aves. O armazenamento de bolotas e nozes é muito importante durante o inverno.
O ninho é construído em cavidades feitas em troncos de árvores. São postos até 4 ovos por vez, com período de incubação de 14 dias. Juntos, os pais participam da incubação dos ovos e da criação dos filhotes. A expectativa de vida é de cerca de 10 anos.
O pica-pau das bolotas não está ameaçado de extinção.

domingo, 15 de maio de 2016

Abelha Mamangava

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Artrópodes
Classe: Insecta
Ordem: Hymenoptera
Família: Apidae
Gênero: Xylocopa

Esta abelha de tamanho avantajado também é conhecida como "abelha carpinteira". É encontrada no Brasil e em Portugal. Seu habitat são os ambientes tropicais e subtropicais. No Brasil, é encontrada no cerrado e na Mata Atlântica.
É um animal solitário. Não é um inseto agressivo. Porém, possui ferrão e sua picada é muito dolorosa. Faz seu ninho em madeira podre. Escava a madeira e põe ovos no seu interior.
É um inseto muito importante para produção de frutos como o maracujá, pois é um dos únicos insetos que poliniza suas flores. Sua estrutura corporal é especialmente adaptada para isso.
É proibida sua perseguição, captura ou caça. Recomenda-se ao agricultores que conservem a mata nativa e que coloquem tocos podres ao redor da plantação para que as mamangavas possam construir seus ninhos e posteriormente polinizar as flores.

sábado, 14 de maio de 2016

Gato Selvagem Europeu

Imagem retirada de "O Fascinante Mundo Animal", IMP Online

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Genêro: Felis
Espécie: Felis silvestris

Este tímido e reservado felino é encontrado na Europa, em populações relativamente isoladas. Seu habitat são as áreas abertas, bosques e montanhas. Existem outras populações de gatos selvagens aparentadas com a europeia, vivendo na África e na Ásia.
É cerca de um terço maior que o gato doméstico. É um animal territorial e solitário na maior parte do ano. Seus hábitos são noturnos e crepusculares. É um ótimo caçador e pescador. Suas presas incluem roedores, coelhos, aves, répteis e anfíbios. 
A reprodução ocorre normalmente no final do inverno. Essa época é a mais barulhenta da vida dos gatos selvagens. Vários machos se reúnem ao redor de uma fêmea apta para acasalar. Os machos lutam ferozmente para poder acasalar com uma fêmea. A gestação é de 66 dias. A futura mãe dá à luz até 8 filhotes, numa toca. Os filhotes nascem cegos e são alimentados pelo leite materno por cerca de 1 mês. Aos 5 meses de idade, os filhotes se tornam independentes, tornando-se adultos por volta de 1 ano de idade. A longevidade é de 12 a 18 anos.
A população do gato selvagem ainda é estável, mas atropelamentos, doenças, cruzamentos com gatos domésticos e caça predatória, podem torná-lo uma espécie em extinção, num futuro próximo.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Peixe-gato Americano

Imagem retirada da Internet

Filo: Cordados
Classe: Osteichthyes
Ordem: Siluriformes
Família: Ictaluridae
Gênero: Ictalurus
Espécie: Ictalurus punctatus

Este peixe é nativo dos Estados Unidos e do Canadá, mas foi introduzido em vários países da Europa. Seu habitat é tanto na água doce quanto na água salgada. Porém, é mais frequente na água doce.
Vive próximo a buracos e outros locais que lhe forneçam abrigo e proteção.
É noturno. Durante o dia fica escondido em águas mais profundas. É onívoro. Alimenta-se de anfíbios, pequenos peixes, insetos, moluscos e outros invertebrados aquáticos, zooplâncton, fitoplâncton, sementes e algas. Também come detritos.
É monogâmico. O acasalamento ocorre no verão, entre maio e junho, mas o macho já começa a cortejar a fêmea meses antes. Estimulada pelo macho, a fêmea começa a por ovos. São postos de 3 mil a 50 mil ovos por vez. O tempo de incubação dos ovos é de 7 a 10 dias, dependendo da temperatura da água. O macho protege e areja os ovos até que nasçam as larvas. Estas tornam-se adultas por volta dos dois anos de idade. A expectativa de vida é de cerca de 14 anos. O peixe-gato americano não está ameaçado de extinção.