Marcadores

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Baleia Minke Boreal

Para conhecer alguns parentes próximos da baleia minke boreal, clique aqui e aqui.

Imagem retirada da Internet
Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Cetacea
Família: Balaenopteridae
Gênero: Balaenoptera
Espécie: Balaenoptera acutorostrata

Esta espécie de baleia  distribuí-se por quase todos os oceanos do Globo. Normalmente é encontrada a mais de 170 quilômetros da costa.
É o menor membro de sua família. Vive em pequenos grupos. É um ótimo nadador. Assim como os membros de sua família, não possui dentes, mas sim estruturas chamadas "barbas", que servem para filtrar o zooplâncton. Krill é um dos seus principais alimentos. Come também pequenos peixes e crustáceos.
A reprodução ocorre de dezembro a maio. A gestação é de 10 a 11 meses. É gerado apenas um filhote por vez. A mãe toma conta do filhote por cerca de 5 meses. Este torna-se adulto aos 6 anos de idade. A expectativa de vida é de 45 a 50 anos.
Já foi muito caçada por causa de seu óleo e sua carne. Hoje em dia, é uma espécie protegida. Sua população se mantém estável.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Aranha Caranguejo das Flores

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Artrópodes
Classe: Arachnida
Ordem: Araneae
Família: Thomisidae
Gênero: Misumena
Espécie: Misumena vatia

Esta espécie de aranha é encontrada na América do Norte e Europa. Seu habitat é a vegetação, sobre flores. Também é facilmente encontrada sobre cercas.
É uma aranha que não constrói teias e é diurna. Normalmente se esconde em flores, sendo um predador de emboscada. Quando alguma presa passa perto dela, é capturada com o auxílios das patas e morta com sua picada venenosa. Suas presas incluem pequenos invertebrados como moscas, borboletas, gafanhotos e abelhas.
Como não constrói teias, apenas usa sua seda para proteger seus ovos. Desses ovos, nascem filhotes que são versões menores dos pais. A expectativa de vida é de cerca de dois anos.
A aranha caranguejo das flores não é perigosa para o ser humano. Não está ameaçada de extinção.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Cardeal

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Cardinalidae
Gênero: Cardinalis
Espécie: Cardinalis cardinalis

Conhecida também como cardeal roxo, esta ave é encontrada na América do Norte e na América Central. Seu habitat são as matas e a vegetação em torno de áreas urbanas.
O cardeal é ativo durante o dia. Alimenta-se de sementes, frutas, grãos e insetos. Comunica-se com os outros indivíduos da espécie através do canto. Não migra. No inverno, se reúne em grupos para se proteger do frio.
A reprodução ocorre entre março e setembro. É uma ave monogâmica. O ninho é construído pela fêmea, em emaranhados de vinhas, em arbustos ou no alto de árvores pequenas. São postos de 1 a 5 ovos, com período de incubação de 11 a 13 dias. Ambos os pais participam da criação dos filhotes. Os pequenos deixam o ninho em até 13 dias, mas continuam a ser alimentados pelos pais até os 56 dias de idade. Tornam-se adultos com um ano de idade. A longevidade é de cerca de 15 anos.
O cardeal é uma das aves que soube se beneficiar da atividade humana. Sua população cresceu nos últimos 200 anos. Portanto, não está ameaçado de extinção.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Rã da Floresta

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Anfíbios
Ordem: Anura
Família: Ranidae
Gênero: Lithobates
 Espécie: Lithobates sylvaticus

Este anfíbio é encontrado nos Estados Unidos e no Canadá. Seu habitat são a tundra, bosques, campos, pântanos e florestas de coníferas.
É um animal diurno. Os adultos alimentam-se de insetos e outros invertebrados. Suas presas incluem aranhas, besouros, lagartas, caracóis e lesmas. Os girinos alimentam-se de algas.
As fêmeas são maiores que os machos. A reprodução ocorre de março à maio. Os machos vocalizam para chamar a atenção das fêmeas. São postos de 1000 a 3000 ovos na água, formando uma massa gelatinosa. O período de incubação dos ovos varia de 9 a 30 dias, dependendo da temperatura ambiente. Caso esteja calor, a incubação dos ovos é mais rápida. Dos ovos, nascem girinos que se desenvolvem por dois meses até se tornarem juvenis (formas semelhantes aos adultos, porém menores). Tornam-se adultos aproximadamente aos dois anos de idade. A expectativa de vida é de cerca de 5 anos.
A rã da floresta não está ameaçada de extinção. É um animal importante no controle da população de insetos. 

domingo, 31 de janeiro de 2016

Tubarão da Groenlândia

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Chondrichthyes
Ordem: Squaliformes
Família: Somniosidae
Gênero: Somniosus 
Espécie: Somniosus microcephalus

É um peixe encontrado no Atlântico Norte e no Oceano Ártico. Normalmente habita áreas insulares ou próximas à plataforma continental.
É um animal solitário, passa boa parte do tempo nadando em busca de presas. Estas incluem peixes, focas, crustáceos, pequenas baleias e golfinhos. Pode também se alimentar de carniça.
Não se conhece muito sobre os hábitos reprodutivos desta espécie. Porém, sabe-se que é um animal ovovivíparo. Uma fêmea pode dar à luz a até 10 filhotes por vez. Os filhotes são independentes desde o momento em que nascem. Acredita-se que sua longevidade seja de cerca de 100 anos.
O tubarão da Groenlândia não está ameaçado de extinção.

Curiosidades:

  • O tubarão da Groenlândia é muito importante para a vida dos povos indígenas que vivem no Ártico. Eles consomem sua carne, usam sua pele e dentes para a confecção de roupas e utensílios.

sábado, 30 de janeiro de 2016

Coelho de Ryukyu

Imagem retirada de "O Mundo dos Animais", Editora Nova Cultural

Classificação:
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Lagomorpha
Família: Leporidae
Gênero: Pentalagus
Espécie: Pentalagus furnessi

Conhecido também como coelho de Amami, este mamífero é encontrado apenas em duas pequenas ilhas do Japão, Amami e Tokuno, no arquipélago de Ryukyu. Seu habitat são as florestas subtropicais das ilhas.
Vive em pares ou em pequenos grupos. É um animal noturno. Durante o dia, fica escondido no interior de tocas. Constrói uma toca de até 3 metros de profundidade. Alimenta-se de folhas, sementes, grãos e nozes. Cava tocas ou esconde-se no interior de árvores para fugir dos predadores.
A reprodução pode ocorrer duas vezes por ano. Não se sabe muito sobre os hábitos reprodutivos. O período de gestação é  desconhecido, porém a mãe dá à luz a apenas um filhote por vez. Raramente gêmeos. O filhote torna-se independente aos 4 meses de idade. A longevidade é desconhecida. Constrói dois tipos de tocas, uma para a vida diária e outra para a criação do filhote.
O coelho de Ryukyu está ameaçado de extinção. 

Curiosidades:

  • De acordo com os cientistas, o coelho de Ryukyu é o único sobrevivente de um grupo de coelhos pré-históricos primitivos. Além disso, é o membro mais primitivo vivo, da família dos coelhos. Diferente de seus parentes, possui uma péssima visão.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Ariolimax columbianus

Imagem retirada da Internet

Classificação:
Filo: Moluscos
Classe: Gastropoda
Ordem: Stylommatophora
Família: Arionidae
Gênero: Ariolimax 
Espécie: Ariolimax columbianus

Esta espécie de lesma é encontrada nos Estados Unidos, desde o Alasca até a Califórnia. Seu habitat são as florestas.
É  facilmente encontrada no chão da floresta, pois necessita de lugares úmidos para viver. Possui respiração cutânea, ou seja, respira pela pele. Alimenta-se de folhas, plantas mortas, fungos e excremento animal. Possui um papel muito importante como dispersor de sementes e "lixeiro da natureza". Usa uma estrutura chamada rádula para comer. A rádula é formada por pequenos dentes que "raspam" o alimento.
É hermafrodita, ou seja, possui células reprodutivas masculinas e femininas, porém não se autofecunda. Quando encontra um "parceiro", troca células reprodutivas. Pouco depois, põe ovos embaixo de folhas ou pedras. São postos cerca de 20 ovos por vez.
A lesma Ariolimax columbianus é considerada uma praga em jardins pelo hábito de se alimentar de plantas e flores.

Curiosidades:

  • É o segunda maior lesma do mundo. 
  • Seu nome em inglês é "banana slug", devido às manchas de seu corpo que têm uma coloração semelhante à casca de banana. Seu nome significa "lesma banana", em tradução livre.