Marcadores

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Cangambá

Retirado de "O Mundo dos Animais", Editora Nova Cultural

Classificação:
Reino Animal
Filo: Cordados
Classe: Mamíferos
Ordem: Carnivora
Família: Mustelidae
Gênero: Mephitis
Espécie: Mephitis mephitis

O cangambá é conhecido por seu cheiro desagradável. Esse cheiro é produzido através de uma secreção de suas glândulas anais. Esta secreção constitui uma excelente defesa contra inimigos. Por incrível que pareça, este animal malcheiroso é bem asseado: costuma limpar a boca após as refeições. Alimenta-se de ovos de aves, pequenos vertebrados (aves, lagartos e rãs) e insetos.
Geralmente solitário, só procura companheiro na época do acasalamento. Sua gestação é de até 79 dias. Pode dar à luz até 10 filhotes. Os filhotes geralmente nascem na primavera. Pode viver até 3 anos.
Seu habitat são florestas, pradarias e desertos do sul do Canadá até o norte do México.

Curiosidades:
  • Quando ameaçado, o cangambá lança jatos do líquido malcheiroso no seu oponente. A secreção pode percorrer até 3 km e ser sentida a 2 km de distância.
  • Tempos atrás, o cangambá era caçado para sua secreção anal ser usada na indústria de perfumes. Evidentemente, antes de ser usada, a secreção era desodorizada.
  • Hoje em dia, principalmente nos EUA, muitas pessoas têm cangambás de estimação. Isso fez com que se tornasse uma espécie relativamente comum. Para isso, suas glândulas de mau cheiro são removidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário